Peugeot 208

1

O francês Peugeot 208 faz parte de uma linhagem de hatches compactos iniciada em 1983 pelo 205, que vendeu mais de 5 milhões de unidades ao longo de 15 anos de produção em sete países. No Brasil sua história começou nos idos dos anos 90, com a importação desse mesmo modelo, e foi continuada pelo 206 feito em Porto Real (Rio de Janeiro) a partir de 1999.

A Peugeot do Brasil desistiu de trazer o 207 original e em seu lugar tentou convencer com uma adaptação mal feita sobre o 206. A correção do erro aconteceu em 2013, quando o 208 lançado na Europa no ano anterior começou a ser produzido na fábrica carioca, juntamente com o Citroën C3, com o qual compartilha plataforma, motores, câmbio e diversos outros componentes.

Desde quando foi iniciada, essa linhagem é apreciada por aqueles que apreciam carros bons de dirigir, com design diferenciado, melhor acabamento e mecânica eficiente. Bem diferentes de seus concorrentes, oferecem experiência diferenciada por um custo ligeiramente maior, tanto em questão de preço de aquisição quanto de manutenção. No Brasil padecem com a má fama de serem frágeis e desvalorizar muito.

Porque escolher o Peugeot 208

Que tal um hatch compacto mais exclusivo que qualquer outro de mesma proposta e preço, recheado de equipamentos, confortável e muito bonito, mas com baixo custo de manutenção por ser fabricado no Brasil e aproveitar diversos componentes internos de carros? Desde 2013 o 208 é uma opção interessante a hatches de marcas tradicionais e também a Citroën C3 e Hyundai HB20.

Em uma faixa de preço acima de Onix e Palio e sem opção por motor 1.0, acabou atuando no segmento de compactos premium, ao lado de Ford “New” Fiesta, Fiat Punto, Chevrolet Sonic e Volkswagen Polo. Considerando o bom acabamento interno e sua extensa lista de equipamentos de série — atualmente apenas a pintura metálica é opcional — é de longe a melhor opção em sua faixa de preço, principalmente no mercado de usados.

Por usar a mesma plataforma do Citroën C3 e diversos componentes de outros carros do grupo Peugeot-Citroën, o 208 não tem custo de manutenção elevado como muitos pensam. É mais robusto que o 206, cuja suspensão dava dor de cabeça aos proprietários menos cuidadosos, mas mantém o comportamento de um típico hatch francês, com volante preciso e suspensão primorosa.

As publicações que testaram o carro elogiaram o bom torque em baixa do motor 1.5, qualidade mantida em seu substituto Puretech 1.2. O motor 1.6 16V é basicamente o mesmo utilizado no 206 e também no Xsara Picasso, opcionalmente acoplado a um câmbio automático de quatro marchas. Este é sem dúvida um de seus poucos defeitos graves, como será explanado nas próximas páginas.

 

1 2 3 4 5 6 7
208Peugeot

Leia também

Tamanho caçamba Saveiro e Amarok

Medidas caçamba Saveiro A Saveiro está no mercado desde 1982 e sempre foi reconhecida pelo perfil esportivo, principalmente nas versões Summer “quadrada”, TSI “bolinha” e ...

Powered by themekiller.com