Versões e preços do Polo 2018

0

Se você está pronto para comprar um carro compacto novo de até R$ 60 mil e não ficou satisfeito com as opções sugeridas em nosso Qual comprar? Compactos automáticos de até R$ 60 mil, leia este post para saber um pouco mais sobre o Volkswagen Polo 2018 e sua versão sedã, o Virtus.

A Volkswagen parece estar disposta a sacudir o segmento com o Polo, que voltará depois uma ausência de três anos e irá substituir o Fox. A missão é conquistar pessoas interessadas em Onix e HB20. Apesar de participar do segmento desses dois, o Polo atingirá ainda o segmento premium, representado hoje por Fiat Argo Precision, Ford Fiesta, Peugeot 208, Citroën C3 e Honda Fit. A partir de 2018 o sedã Virtus dividirá atenção com Prisma, Cobalt, City e Etios Platinum.

Como aconteceu com a geração anterior vendida no Brasil, o novo Polo tratá novidades importantes para o segmento. Além da construção esmerada e de toda a segurança aos passageiros (será o mais seguro da categoria, de acordo com a VW), o Polo terá sistema de secagem dos discos de freio durante chuva, frenagem pós-colisão e o Active Info Display, que é uma tela de 12,3 polegadas à frente do volante que inclui velocímetro, conta-giros, mapas e outras informações. É um recurso opcional nos carros da Audi.

É importante salientar que o câmbio automático do Polo 2018 não é I-Motion e nem DSG, mas um automático tradicional fabricado pela Aisin, empresa do grupo Toyota que equipa também o nacional e outros carros fabricados no Brasil. É um câmbio confiável, suave e bastante eficiente, que pouco prejudica o desempenho e o consumo. Será acoplado sempre ao motor 1.0 MSI nas versões Comfortline e Highline. Tanto o motor 1.0 quanto o 1.6 da linha MSI serão acoplados a câmbios manuais com embreagem assistida.

Mantendo a tradição desde 1974, quando foi lançado como Audi 50, o novo Polo manterá a dirigibilidade precisa e o acerto de suspensão voltado para a estabilidade em curvas. Como o anterior, será um carro para quem aprecia dirigir em estradas sinuosas. O lado racional é garantido pelo bom espaço para quatro pessoas (é capaz de levar cinco, mas o quinto passageiro sente desconforto) e pelo porta-malas de 300 litros. Tanto o Polo quanto o Virtus são produzidos no Brasil na fábrica de Anchieta (SP) sobre a plataforma MQB.

Versões e preços do Polo 2018

O Polo nunca foi um carro barato, em 2007 a versão 1.6 custava em valores atuais R$ 78 mil (atualizado pelo IPCA). A VWB disse que não pretende colocar o Polo 2018 na briga de preços, embora pretenda colocá-lo entre os cinco carros mais vendidos. Isso significa conquistar compradores das versões mais caras de Onix e HB20 e encarar Fiat Argo, Ford Fiesta e Peugeot 208. Atualmente o Argo parte de R$ 47 mil e chega a R$ 68 mil, enquanto o Fiesta fica entre 53 e 74, o 208 entre 54 e 75 e o Golf começa em 78.

O Golf é um carro muito parecido em termos de refinamento e tecnologia, motor, transmissão e plataforma são bem semelhantes. O Golf Highline parte de R$ 107 mil com câmbio automático e tem poucos equipamentos a mais em relação ao Fiat Argo Precision. Portanto, o Polo Highline não pode ter preço elevado demais, sob risco de perder para os concorrentes e até mesmo para o Golf, o que seria ruim para a VW de uma forma ou de outra. O Autoguide não acredita que que haverá versão 1.0 MSI (aspirada) porque nessa faixa de preço deve atuar Gol, Up e Fox.

Polo Trendline 1.0 MSI (a partir de R$ 50 mil, se realmente for lançada)

Motor 1.0 MSI de 80 cv e câmbio manual de seis marchas, direção com assistência elétrica e volante com regulagem de altura e distância, ar-condicionado, vidros elétricos dianteiros, rodas de 15″ com calotas, air bags laterais dianteiros, sensor de estacionamento traseiro, monitor de pressão dos pneus, banco do motorista com regulagem de altura, rádio com MP3 e Bluetooth, suporte de smartphone e chave canivete. Opcionais desta versão: rodas 15″ de alumínio, vidros elétricos traseiros, central multimídia com tela de 6,5″, retrovisores com ajuste elétrico, faróis de neblina e alarme.



Polo Comfortline 1.6 MSI (a partir de R$ 59 mil )

Motor 1.6 de 120 cv e câmbio manual de seis marchas, todos os itens da Trendline acrescidos de faróis de neblina, vidros traseiros elétricos, porta-óculos, central multimídia com tela de 6,5″, espelhamento e falantes de duas vias em cada porta, retrovisores com ajustes elétricos e repetidores de seta, rodas aro 15″ de alumínio, controle de tração e alarme. Opcionais desta versão: sensor de estacionamento dianteiro, rodas de 16″, volante e manopla do câmbio revestidos em couro e Discover Media com tela de 8″.

Polo Comfortline 1.0 TSI (a partir de R$ 68 mil)

Motor 1.0 TSI de 128 cv e 20,4 kgfm, câmbio automático de seis marchas, todos os itens da Comfortline 1.6 MSI acrescidos de volante multifuncional, freio a disco nas quatro rodas, sensor de estacionamento dianteiro, rodas 16″ de alumínio, volante e manopla do câmbio revestidos em couro e controle de estabilidade e tração. Opcionais desta versão: Discover Media com tela de 8″, subwoofer no porta-malas, chave presencial, aletas de trocar de marcha no volante, teto solar elétrico e rodas aro 17″.

Polo Highline 1.0 TSI (a partir de R$ 75 mil)

Todos os itens da Comfortline 1.0 TSI acrescidos de air bags laterais de cortina (6 no total), central multimídia Discover Media de 8″ com subwoofer no porta-malas, aletas de troca de marcha no volante, destravamento das portas e partida do motor sem chave (chave presencial), bancos revestidos em couro, ar-condicionado automático de duas zonas, bloqueio eletrônico do diferencial, assistente de partida em rampa, faróis com DRL de LED e acendimento automático, retrovisores com rebatimento elétrico e luzes de cortesia. Opcionais desta versão: teto solar elétrico, alerta de fadiga, cluster digital (Active Info Display) e rodas aro 17″.

Leia também

Jeep Renegade Trailhawk

Ítalo-americano fabricado em Pernambuco agradou pelo desempenho do motor diesel e pelo acerto da suspensão.

Powered by themekiller.com